domingo, janeiro 23, 2011

0020/2011 -dia de (não) votar, todos cinzentos, todos iguais

o enquadramento político.
podiam ser todos filhos do mesmo casal nascido entre os anos dez e os anos trinta do passado século.
podiam ser meia dúzia de irmãos.
cabelo aparado.
goela engravatada.
discurso quadrado.
mulher conformada.
seis manos que nos moeram a paciência semanas a fio, com discursos infantis, que nos tentaram infantilizar.
seis manos que tentaram provar que tinham a pilinha maior que a do outro mano e que a minha menina é mais «fada-do-lar» que a tua.
meia dúzia de exemplos da triste república a que chegamos.
talvez hoje concluamos que a república faleceu.
se o mano mais votado tiver menos de 2.773.431 a república está morta.
república morta.

1 Comments:

Blogger manuel marques said...

Vamos ficar na mesmice,porquê não experimentar em mudar de povo.

domingo, janeiro 23, 2011 7:59:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

não é o fim, nem o princípio do fim, é o fim do princípio