quarta-feira, abril 09, 2008

1269 - politicamente incorrecto

GOSCINNY,R (texto)
MORRIS (desenhos)
Lucky Luke, o 20.º de Cavalaria, Lisboa, Meribérica/Liber, Editores, 1987
[Edição original: Lucky Luke, Paris, Le 20éme de Cavalerie, Dargaud, 1971

2 Comments:

Blogger Rosa Oliveira said...

Pois!... 0 cavalo que age segundo a sua natureza própria (a de ser cavalo)é politicamente incorrecto... já, politicamente correcto é a palhinha do Lucky Luke, não é? Pois!...

Cá pra mim, devia ser legalmente punível servir palitos em restaurantes. O meu fumo, faz mal à saúde física dos outros, mas palitar os dentes em público, é um atentado à minha saúde psicológica. Ah, pois é!
E depois, para enfrentar o exército, que seja na cavalaria, sempre pensei o cavalo como um animal altivo e inteligente.

quarta-feira, abril 09, 2008 6:59:00 da tarde  
Anonymous manuel marques said...

Anedota poiliticamente incorrecta.

Um homem alto, loiro,olhos azuis ,entra na esquadra e dirige-se ao xerife duma cidade da Africa do Sul:
-Vim entregar-me,cometi um crime e desde entao não consigo viver mais em paz.
-Meu senhor,as leis aqui são muito severas e são cumpridas e se o senhor è mesmo culpado não haverà apelação nem dor de consciência que o livre da cadeia.
-Atropelei um preto na estrada ao sul de Johannesburgo.
-Ora meu amigo,como o senhor se pode culpar se estes "pretos" atravessam as ruas e as estradas a todo o momemto?
-Mas ele estava no passeio.
-Se estava no passeio è porque queria atravessar,se não fosse o senhor
seria outro qualquer,problema de momento e fatalidade.
-Mas eu não tive a hombridade de avisar a familia daquele homem,eu sou um cràpula.
-Meu amigo,se o senhor tivesse avisado a familia haveria manisfestação,repúdio popular,repressão,pancadaria e morreria muito mais gente,acho o senhor um pacifista,merece uma estàtua.
-Eu enterrei o pobre homem ali mesmo,na beira da estrada...
-O senhor è um grande humanista,enterrar um "preto",è um benfeitor,outro qualquer o abandonaria ali mesmo para ser comido por animais selvagens.
-Mas enquanto eu o enterrava,ele gritava:-Estou vivo,estou vivo!!!
-Mentira,mentira ,esses"pretos" mentem muito...

quarta-feira, abril 09, 2008 7:23:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

não é o fim, nem o princípio do fim, é o fim do princípio