terça-feira, julho 17, 2007

866 - o gajo da camisa cor-de-rosa



Quando a consciencialização veste de cor-de-rosa, camaradas não há muito a fazer.
O camarada Vítor é, apenas, um exemplo.
Devia falar com a voz do operário, não conseguiu sequer fixar o seu eleitorado.
Foi candidato derrotado na sua própria freguesia, existem outras sete freguesias maravilhas, freguesias CDU cujos fregueses apreciam o autoritarismo de Sócrates e querem o aeroporto na Ota [era isto que se discutia, não era?].
O partido, digo O Partido que foi tão lesto com Carlos Sousa (em Setúbal) o que fará com esta malta?

6 Comments:

Blogger pedro oliveira said...

Este «link» está, excepcionalmente, a vermelho, vermelho sangue, a cor dos verdadeiros comunistas (eles sabem que os recordo com muita saudade).
Obviamente, aprecio as «nuances» cromáticas da CDU o azul e branco real, o saber que a junta de Serra d'El Rei é comunista.
Camaradas, que tal mudar o nome da terra para Serra do Camarada Estaline?

quarta-feira, julho 18, 2007 12:16:00 da manhã  
Anonymous papoil@ said...

política na comento...na pecebo népias. sangue é o que corre nas veias. à 1.18 AM, então, na pecebo nada de nada.

quarta-feira, julho 18, 2007 1:20:00 da manhã  
Anonymous papoil@ said...

bonjour ... !

há outra papoil@ em Marte. eu não escrevia tal frase. deve ter sído algum americano, tipo tony-visitante-deste-blog em busca d'alguma doçaria conventual portuguesa que aqui entrou.
Estaline assenta-lhe que nem uma luva.
Digo eu que sou portuguesa, não uso camisolas cor-de-rosa, já votei nos vermelhos (outros tempos...ingenuidade e tal, juventude sonhadora...)e...Serra?...tipo: Sítio do camarada Estaline. Depois explico.

quarta-feira, julho 18, 2007 9:30:00 da manhã  
Anonymous MANUEL MARQUES said...

As verdadeiras rosas sempre foram vermelhas.

quarta-feira, julho 18, 2007 8:44:00 da tarde  
Anonymous papoil@ said...

bonjour...!

ora bem, já cá vim triliões de vezes e já não posso ver o homem da camisa cor-de-rosa. é quase domingo, já nasceram resmas de pessoas, morreram outras tantas, já ninguém se lembra da autarquia de lx, nem o que se discutia, o menino perdeu-se na saudade do vermelho sangue dos verdadeiros comunistas, feriu os dedos todos em ligações despropositadas com navalhas e não pode escrever, trocou o tejo pelo douro esquecendo-se do ser-blogger, desconhece a pro-actividade, q.d.: leitores que exigem actividade? e daqui a nada é segunda-feira.

e deus criou ....tal e tal, o menino não cria nada, tipo:

. por que é que os lagartinhos sorridentes não necessitam de mudar a cor ao equipamento?

. por que é que o leão é o rei da selva?

. por que é que o novo presidente de lx vai dar prioridade à construção de uma montanha (basta pensar na auto-mutilação das águias)?

.por que é que a rosa é(foi) o símbolo da fraternidade e do misticismo interior?

. por que é que o azul e branco real, como diz, é a cor dos dragões, se, o dragão nem é azul e o que cospe é fogo?...e o fogo provaca incêndios e seca tudo.

tudo grandes dúvidas existenciais que tenho. pronto, deixe lá o «cãozinho». vou chatear o camões p'ra outras bandas.

quinta-feira, julho 19, 2007 6:59:00 da tarde  
Anonymous papoil@ said...

'tou-me a partir rir.
digo: provoca

(Pedro, desculpa. [o raio do id] desculpa!)

quinta-feira, julho 19, 2007 7:03:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

não é o fim, nem o princípio do fim, é o fim do princípio