terça-feira, outubro 23, 2007

1026 - babaré e o fim do mundo

Neste post falar-se-á no mundo a preto, branco e, também, mulato visto por Miguel Sousa Tavares.
Antes disso vou colocar a roupa à roda e desgravatar-me, até já. [19H12]

2 Comments:

Anonymous manuel marques said...

Oh!Íris!
diafragma do teu sereno olhar
que louva o mundo de branco
quando o arco se põe 'andar!
não hà quem não entre em pranto
que as cores cinzentas do mundo
estão aí p'ra aborrecer
pintadas com ódio profundo
mesmo q'as não queiramos ver.
mas olha,olha p'ra mim
não,nao é p'ra norte,é para sul!
agora diz lá assim
tens olhos cor de azul
como vês hà cores os molhos
é gràtis a imaginação
pois o negro dos meus olhos
mudaram de coloração.

terça-feira, outubro 23, 2007 9:01:00 da tarde  
Blogger Rosa said...

24 de Outubro 2007
09:28
Tiraste a roupa do estendal?

quarta-feira, outubro 24, 2007 9:26:00 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home

não é o fim, nem o princípio do fim, é o fim do princípio