domingo, julho 17, 2011

0113/2011 - coisas boas, coisas belas, as aves expostas

obrigado paulo pela beleza partilhada.
obrigado aos responsáveis por podermos apreciar este sereno encanto, em constância.

3 Comments:

Blogger manuel marques said...

"Dá Deus asas a quem sabe voar."

Abraço.

domingo, julho 17, 2011 5:54:00 da tarde  
Blogger MM said...

Pedro,
Muito belo de facto, "abriste a janela e voaste ...", gosto muito de pássaros, também.
(Subscrevo, e um dos objectivos deve ser esse mesmo. Pessoalmente falando, pertenço (infelizmente) ao grupo de 99.9% de pessoas que não exerce nenhuma paixão, ou dom. Não tenho tenho tal 'sorte'. Ou não fiz / faço nada por tê-la, é mais isto ... e portanto, fruto dessa incapacidade / preguiça / ou qualquer outro nome, limito-me a ter uma ocupação, ocupação essa que semanalmente transforma-se em prata. É a vida. Para 99.9% das pessoas é mesmo isto que existe: faz-se algo durante 9, 10, ou 11 horas por dia, e é só. Não se gosta especialmente do que se faz, o que se faz não tem nenhum especial valor para a humanidade mas, faz-se. E nestas circunstâncias, dificilmente é-se o que se faz. É-se uma coisa, faz-se outra, e o que se faz não fala pelo que se é. Quando é que verdadeiramente somos? Em todo o resto do tempo: sem obrigações, entraves, dedicamo-nos ao que gostamos e àquilo que nos faz pular. É usar bem esse tempo Pedro, tentar com ele aprender qualquer coisa.
Encontrar sentido(s), principalmente.

domingo, julho 17, 2011 7:02:00 da tarde  
Blogger pedro oliveira said...

Camarada Manuel Marques e MM, espero que não se importem de os englobar no mesmo comentário (resposta a comentários se preferirem).
As coisas que nos unem são muito maiores que as coisas que nos separam.
Somos todos sportinguistas.
Somos todos «monárquicos» (vocês os dois têm o privilégio de viverem, respectivamente no Reino da Bélgica e no Reino Unido, sortudos).
Todos queremos o melhor para a nossa terra e para a Terra.
Nesse sentido diria que somos pessoas que mais do que preocuparmo-nos com a nossa vidinha diária, preocupamo-nos em tentar construir um mundo melhor, mais justo, mais solidário, mais interventivo, cada um de nós em vez de cruzar os braços ou de comentar à boca pequena, anonimamente, gosta de intervir, de participar, de cara descoberta, de peito aberto, com verdade... à Sporting.

domingo, julho 17, 2011 10:16:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

não é o fim, nem o princípio do fim, é o fim do princípio