domingo, janeiro 24, 2010

36/2010 - a acendedora de candeeiros



No petit prince, Antoine (António) cria um acendedor de candeeiros.
Talvez o importante não seja aquilo que cada um de nós cria, provavelmente a mais bela criação é a efectuada pela mãe Natureza, o que ela quer, o que ela queria, o que ela quererá...
Hoje quis dar-nos um entardecer colorido e um sol brilhante no fim da manhã.
A fotografia do meio foi obtida na Igreja de Nossa Senhora dos Mártires, Constância e mostra-nos o Sol eclipsado por um candeeiro, as outras foram obtidas na Ermida de Santo Antonio; chamado de entre as vinhas.

2 Comments:

Blogger manuel marques said...

Recordo-me vagamente ,quando os candeeiros em Constância,ainda dependiam do acendedor.

Abraço.

segunda-feira, janeiro 25, 2010 8:09:00 da tarde  
Blogger Rosa Oliveira said...

Este comentário foi removido pelo autor.

segunda-feira, janeiro 25, 2010 8:20:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

não é o fim, nem o princípio do fim, é o fim do princípio