quarta-feira, setembro 29, 2010

375/2010 - ponte dom carlos primeiro, a alternativa

4 Comments:

Blogger Rosa Oliveira said...

Este comentário foi removido pelo autor.

quarta-feira, setembro 29, 2010 9:27:00 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Sim, acho que sim, a alternativa mais válida! Sim, quando vejo a escassos 1000 metros (em linha recta) o meu objectivo e tenho que fazer cerca de 40000 para o atingir, acho que sim, uma alternativa muito válida até!
Só gostava que os filhos, apesar de não desejar o mal de ninguém, de alguns Srs. tivessem que percorrer a tal distância para ter que ir para as escolas, para os mesmos terem que se deslocar diáriamente para a outra margem para trabalhar, enfim para fazerem o seu quotidiano separados pela tal «ponte». Era engraçado, tal como na sociedade em geral, que não houvesse desigualdades sociais e todos «padecessem» das mesmas obrigações, sem mordomías e com rendimentos baixíssimos (na maioria dos casos), que perante esta situação são agravados com o acréscimo de despesas extras.
Sim, esta é a alternativa lógica, quem quiser pontes que as «compre» e Vasco Santana não diria melhor: ´´ Pontes há muitas seus palermas! ``
O Politico Residente

quarta-feira, setembro 29, 2010 12:03:00 da tarde  
Blogger manuel marques said...

Quero uma ponte republicana...

Abraço.

quarta-feira, setembro 29, 2010 7:24:00 da tarde  
Anonymous manel ze said...

Caro senhor Pedro nao temos culpa nenhuma da situaçao que estao a passar mas acho que merecemos respeito,temos uma ponte que que nao foi feita por nenhum governo mas sim por um benemerito desta aldeia chamada Pinheiro Grande e por isso mesmo se chama ponte DR JOAO ISIDRO DOS REIS,se nao sabia tenho todo o gosto em informa-lo.

quarta-feira, setembro 29, 2010 10:12:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

não é o fim, nem o princípio do fim, é o fim do princípio