domingo, julho 31, 2011

0118/2011 - a ferro e fogo, a revolucionária de cabelos de fogo que passa a ferro gravatas

maria, maria helena.
tem um coração revolucionário encoberto pela bata azul, com que lida a casa.
nasceu cedo demais, diz ela.
emociona-se, evocando grândola e a revolução, passando a ferro com paixão.
helena, maria helena, pode, bem, ser um símbolo de mulheres que limpam, aspiram e lavam objectos; que cozinham, que fazem e desfazem camas.
maria helena, mulher de bata vestida, com fogo no cabelo e no coração que tanto se emociona limpando o pó a che guevara, como descobrindo uma, pequena, nódoa na gravata do marido.

1 Comments:

Blogger Rosa Oliveira said...

Este comentário foi removido pelo autor.

quinta-feira, agosto 04, 2011 11:06:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

não é o fim, nem o princípio do fim, é o fim do princípio