quarta-feira, fevereiro 17, 2010

66/2010 - um nobre que se candidata a presidente

Jamais votaria em Nobre tem um percurso demasiado ziguezagueante para o meu gosto.
No entanto, aprecio pessoas como ele que assumem o que são sem medo de perderem votos.
O Fernando tal como eu (e provavelmente o leitor ou a leitora) é monárquico.
É-o, assume, acha (digo eu) que se comparararmos os setecentos e tal anos de Portugal com os quase cem da república portuguesa esta última sai a perder.
Apesar de monárquico candidata-se a presidente da república... acho o máximo, mas não votarei nele.

2 Comments:

Blogger manuel marques said...

Acho bem, pois está habituado a lidar com desgraças...


Abraço.

quinta-feira, fevereiro 18, 2010 7:58:00 da tarde  
Blogger pedro oliveira said...

Ora, camarada

Fala de barriga cheia (salvo seja).
Não nos quer enviar o seu Rei e nós enviamos esta corja?
Leva o Cavaco e como bónus são contemplados, também, com o Sócrates... tipo dois em um.
Boa?

quinta-feira, fevereiro 18, 2010 8:02:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

não é o fim, nem o princípio do fim, é o fim do princípio