terça-feira, março 16, 2010

95/2010 - chamava-se nuno, nuno rodrigues

Não era branco, bebia, fumava mas não violava crianças de treze anos.
Fora ele branco, sorridente e integrado, podia entreter-se a violar crianças que ninguém levaria a mal, falar-se-ia em distúrbios de personalidade e em inimputabilidade.
O azar de Nuno foi ter nascido em Chelas, o hip-hop e ser preto... isso e ter tentado fugir à polícia.

4 Comments:

Blogger manuel marques said...

Páginas" pretas" do dia a dia.

Abraço.

terça-feira, março 16, 2010 9:31:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

´´isso e ter tentado fugir à policia``- só por ser anarquista e não se achar no direito de acatar uma ordem da autoridade, digo eu. O nosso grande problema no país não é uma má autoridade, antes a falta dela (os nossos politicos têm a palavra). Os Srs. como esse Rapper (atenção que felizmente há excepcções)se calhar não violam crianças de 13 anos (às vezes também), mas fazem passar para dentro dos estabelecimentos de ensino, armas e droga para essas mesmas crianças. Estes Srs. que em nada contribuem para o desenvolvimento do país e «asseguram» (há mais infelizmente, não são só estes) um nível constante de violência e criminalidade no país. Amigos isto não é racismo, nem xenofofia... é a realidade que temos. Não venhamos passar paninhos brandos sobre o assunto e condenar na praça pública aqueles que dão o coiro ao manifesto, faça-se justiça e ponhamos esta gente no seu devido lugar. Tenham um trabalho honesto (como os seus pais) e paguem os seus impostos, se calhar se trabalhassem não tinham tempo (nem razões) para fugir à policia.
O Politico Residente

quinta-feira, março 18, 2010 12:36:00 da manhã  
Blogger pedro oliveira said...

Estou a preparar um «post» comparativo entre o «violador de telheiras» e o miudo de chelas que foi assassinado.
Um desgraçou a vida a pelo menos quarenta miúdas e o estado faz-lhe cafunés, festinhas e dá-lhe beijinhos; coitadinho era quase engenheiro mas pronto deu-lhe para ali, não bebe nem fuma e toma banhinho todos os dias.
O outro fumava umas ganzas, conduzia um rápido Lancia Y10 e era preto; vai hoje a enterrar.

quinta-feira, março 18, 2010 7:13:00 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

E do Policia, que cumpria a sua missão, não merece também um post?
Seja ele branco, preto, azul ou ás bolinhas amarelas! Parece que não!

- O viajado Pedro sabe os Km´s que vão de Alcantara a Benfica?

A realidade é que o crime é transversal à sociedade e quem zela pelo cumprimento da lei com o risco da própria vida em troca de um misero vencimento deveria merecer outro reconhecimento da sua parte. No minimo identico ao que dedica aos prevaricadores.
E a forma como está a encarar o assunto "comparativamente" é VERGONHOSO. Talvez monarquico!

quinta-feira, março 18, 2010 11:14:00 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home

não é o fim, nem o princípio do fim, é o fim do princípio