terça-feira, janeiro 05, 2010

14/2010 - pedaços de memórias


Amanheçamos com um pôr-de-sol na Guiné, amanheçamos com um homem que amanha a terra, a terra dele e dos seus antepassados.
Pensemos na quantidade de homens que passaram por Santa Margarida antes de nós nascermos, muitos que morreram sem saberem porquê...
03MAR69 – O pessoal nomeado para fazer parte deste Batalhão, vindo das mais variadas regiões da Metrópole com predominância do Norte do País, começa a chegar ao C.I.M. de Santa Margarida, a fim de ali organizar a Unidade e a E.P.Q./I.A.O. até 08MAR69.
06MAI69 - Embarque na Estação de Caminho de Ferro de Santa Margarida, em comboio especial, do pessoal do Batalhão sob o Comando do 2º Comandante, Exmº Major de Infª. - VALENTINO DINIS TAVARES GALHARDO, com excepção dos já mencionados, que haviam embarcado em avião dos TAM.

As imagens que ilustram o post foram retiradas do blog: Batalhão de Caçadores 2885, Guiné 69-71
Voltarei a este tema, contudo, as pessoas que (como eu) gostam de histórias e da História vivida e não daquela que nos é imposta por licenciados/doutores pseudo-intelectuais, por certo, apreciarão as histórias que o Sr. António Rodrigues nos vai relatando no blog.

5 Comments:

Blogger manuel marques said...

Memórias amargas...

Abraço.

terça-feira, janeiro 05, 2010 9:44:00 da tarde  
Blogger Cesar Dias said...

Seria mesmo "AMANHEÇAMOS COM UM PÔR DE SOL NA GUINÉ " que queria dizer? ou anoitecemos com o pôr do sol? fico confuso.
Parabens pelo Blog, sou dessas bandas, Chancelaria, concelho de Torres Novas.
Um abraço
César

quarta-feira, janeiro 06, 2010 4:25:00 da tarde  
Blogger pedro oliveira said...

Camarada Marques, às vezes é a amargura que nos permite apreciar os momentos doces.
É a recordação dos momentos maus (menos bons) que nos leva a valorizar, a apreciar, a ficarmos felizes nos outros.
Abraço

quarta-feira, janeiro 06, 2010 7:00:00 da tarde  
Blogger pedro oliveira said...

Caro César,

Parabéns pelas fotografias, já tive oportunidade de comentar que estão muito boas... estão mesmo bem.
Se tiversos em consideração as máquinas fotográficas (rolos) que existiam na altura ainda as valoriza mais.
Quanto à frase, está ligada com a hora a que coloquei o «post»; amanheçamos, no sentido em que as pessoas que visitassem o «blog» pela manhã (e são muitos) «levariam» com a sua excelente fotografia dum pôr-do-sol.
Chancelaria, Torres Novas, conheço, claro, somos quese vizinhos.

Um grande abraço

quarta-feira, janeiro 06, 2010 7:06:00 da tarde  
Blogger Cesar Dias said...

Caro Pedro Oliveira

O seu esclarecimento faz sentido, peço desculpa por não ter alcançado, daí a minha questão.
É verdade, as minhas fotos foram conseguidas com equipamento vulgar, pena é que camaradas que tinham na altura máquinas topo de gama, não queiram partilhar as suas fotos connosco, mas estão no seu direito.
Um abraço Pedro
Bem Haja

quarta-feira, janeiro 06, 2010 9:26:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

não é o fim, nem o princípio do fim, é o fim do princípio