sábado, fevereiro 27, 2010

78/2010 - um homem(cini) e um pequeno mouro

Há coisas que fazem diferença.
Há pessoas comuns (como uns), há-as especiais.
Man[homem]cini é um homem comum, nascido para ser vencedor, com a bola nos pés ou a orientar equipas.
Tri-campeão dum Inter digno e respeitado, antes do clube ter sido tomado de assalto, por um treinador, com nome em diminuitivo, que passa o tempo castigado.
A dignidade de Mancini versus a basófia de Mourinho.
Para Mourinho, o Chelsea de hoje, é o seu, até aquecem da mesma forma... assuma a derrota, então.

1 Comments:

Blogger manuel marques said...

Há muita gente que só se assume nas victórias...

Abraço.

sábado, fevereiro 27, 2010 5:04:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

não é o fim, nem o princípio do fim, é o fim do princípio