quarta-feira, abril 21, 2010

229/2010 - por defeito, por deferência

Discriminar é sinónimo de discernir, discernir significa avaliar bem.
Assim discriminar é avaliar bem, by default ou seja por deferência, por respeito.
O by default anglo-saxónico não significa por defeito na língua de Fernando Pessoa.
Depois de dois dias a ouvir coisas do género: este programa novo é muito bom, por defeito, preenche logo este campo mas podemos deletar aqui, escrevemos e depois já podemos printar; tinha de escrever este post.
Oiçamos irmãos (e irmãs), nem tudo o que parece é.
Push, curiosamente, não significa: puxe, quer dizer: empurre; default não significa falha/falta, tal como deslargar não significa deixar cair; deslargar é o contrário de largar e default será o contrário de falha/falta.
Assim, proponho a tradução de default por deferência.
Tipo, este despertador por defeito toca às sete da manhã, querendo significar: comprei um despertador que já vinha programado para tocar às sete da manhã.
A minha proposta é a seguinte:
- Este despertador por deferência toca às sete da manhã, ou seja o despertador não tem nenhum defeito e por respeito pelo dinheiro que gastei ao comprá-lo, já vem programado para tocar às sete da manhã... pensem nisso, por deferência e sem defeito.

3 Comments:

Blogger manuel marques said...

"Malditos os inseguros e os parcimoniosos! O defeito prejudica mais do que o excesso ."

Abraço.

quinta-feira, abril 22, 2010 9:42:00 da tarde  
Anonymous Villa Santa Margarida said...

nice blog ! congratulations !

domingo, abril 25, 2010 4:28:00 da tarde  
Blogger pedro oliveira said...

Vou deixar o comentário anterior apesar de ser publicitário.
Nunca se sabe quando é que alguém de Santa Margarida quererá adquirir um imóvel junto ao mar... em Santa Margarida, Costa Brava, Reino de Espanha.

sexta-feira, abril 30, 2010 2:36:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

não é o fim, nem o princípio do fim, é o fim do princípio