sexta-feira, maio 07, 2010

235/2010 - o presidente boa sorte

Um dia levaremos a sério o presságio que os nomes carregam.
Em África um homem não é, apenas, um homem, é ele e todos os seus antepassados.
Os antepassados de Goodluck - Boa sorte - eram ecologistas, contruíam pirogas.
Os antepassados de Cavaco - pedaço de pau sem préstimo - eram capitalistas, vendiam gasolina, exploradores dos recursos fósseis da Terra.
Boa sorte, Goodluck.

5 Comments:

Blogger manuel marques said...

O homem enfeita-se com a sua sorte ...

Abraço e bom fds.

sexta-feira, maio 07, 2010 9:01:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Cavaco também se chama aos pequenos pedaços a que a madeira de eucalipto é reduzida para produzir a pasta de papel numa fábrica como a Caima em Constância-Sul.
Mas para a um blogger cibernético o “papel” não terá “préstimo”, nem na casa-de-banho.
Os nossos ecológicos antepassados também usavam pedaços de pau sem préstimo para acender as fogueiras em que cozinhavam e se aqueciam.

sexta-feira, maio 07, 2010 9:28:00 da tarde  
Blogger pedro oliveira said...

Estamos, portanto, perante a teoria do Cavaco.
Como diz e bem:
«pequenos pedaços a que a madeira de eucalipto é reduzida» ou seja os Cavacos são parte da madeira reduzida à sua (dela) insignificância.
Não gosto de pensar que o papel que utilizo já foi uma árvore a chorar seiva... prefiro o papel reciclado.

sexta-feira, maio 07, 2010 9:32:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

(Continuando a dar cavaco)
Não é bem assim.
O termo utiliza-se quase sempre (se não sempre) no singular.
Os toros de eucalipto são triturados e transformam-se em “cavaco”.
Depois o “cavaco” passa para…
Etc…

sexta-feira, maio 07, 2010 11:17:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Desculpem lá a minha ignorância, mas no lugar de ´´Cavaco`` não poderiamos também chamar ´´Duarte`` ao pau de eucalipto? É que um ou outro (é tudo uma questão de nomes) tanto faz, é tudo madeira da mesma cepa e por transformação sempre acabam por ter outra utilidade, os nomes são... pormenores!
AN@RQUISTA

sexta-feira, maio 07, 2010 11:32:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

não é o fim, nem o princípio do fim, é o fim do princípio